This solution has been translated to Chinese. Check it here.
  • 2240
  • 2
  • 2
  • 0

Doente com malária desenvolve sabão para repelir mosquitos

Shared by Ana Duarte on 07/09/2017 - 15:45

Sobre a solução

O FasoSoap consiste num repelente de mosquito feito de manteiga de karité, calêndula africana, óleo de horta-limão essencial e outros ingredientes que ainda são um segredo. Todos os ingredientes são naturais e estão disponíveis localmente em Burkina Faso. Esta solução, adicionada ao sabão produzido localmente, fornece uma ferramenta anti-malária acessível e de baixo custo.

Depois de usar o sabão, ele deixa um perfume na pele que repele os mosquitos até 6 horas após o uso. Esta inovação funciona promovendo a prevenção da malária.

O inventor desenvolveu esta solução com o seu colega Moctar Dembélé quando eram estudantes.

No país de Gérard, um grande número da população vive abaixo da linha de pobreza, e a maioria das pessoas não pode comprar regularmente remédios e produtos, como cremes anti-mosquito, sprays ou redes de proteção. Isso levou-o a criar um sabão de mosquito repelente e larvicida que será acessível para a maioria da população, vendo que o sabão é um produto que todos usam e especialmente não vai adicionar outros custos adicionais à população. Eles decidiram criar um sabão porque o sabão é o único produto que se pode encontrar em todas as casas da família africana.

"O sabão é um produto que se pode encontrar em todas as casas de famílias africanas, por mais pobres que sejam", explicou o inventor.

"A maioria das pessoas lava-se a noite porque ficar protegida antes de ir dormir à noite. O nosso sabão irá satisfazer o desejo da população de ser limpa, bem como protegê-la contra a malária, sem nenhum custo adicional para eles. É usado para lavar os corpos e as roupas e é um dos poucos produtos a estar em 95 por cento das famílias africanas - não só é um produto estável, mas é algo que as pessoas usam todos os dias em África ", disse Gérard.

O engenheiro criou "100.000 Vies", uma organização sem fins lucrativos em Ouagadougou (Burkina Faso) para desenvolver o projeto FasoSoap.

FasoSoap ganhou o Grande Prémio da Global Social Venture Competition (GSVC) e foi o vencedor do Blum Center People's Choice Award. Na conferência global da GSVC de 12 de abril, a equipa por trás dessa iniciativa contra a malária recebeu US $ 26.500 em prémios em dinheiro para iniciar o seu negócio. Faso Soap é a primeira equipa não-americana a conquistar a GSVC. Eles lançaram uma campanha de crowdfunding, em 2016, "Save 100,000 Lives", na esperança de arrecadar US $ 113,000 para testar e fabricar o sabão. O objetivo é salvar 100 mil vidas na República Democrática do Congo, Tanzânia, Gana, Nigéria e Uganda, através da prevenção da malária, até 2018.
Usando crowdfunding, eles angariaram fundos suficientes para trabalhar em direção à produção, mas ainda não comercializaram o produto.

Mais informações: https://www.faso-soap.info

Adaptado de: http://cnn.it/20dWDTs
https://youtu.be/UylukH5UD-w

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Gérard Niyondiko, nascido em Burundi, em 1978, e vive em Burkina Faso, é um engenheiro que desenvolveu FasoSoap, um sabão concebido para repelir mosquitos e, ao fazê-lo, os utilizadores do sabão podem ter melhores chances de prevenir a malária. Gérard lidou com a malária em várias ocasiões, sendo o episódio mais grave quando ele estava a fazer serviço militar. Além disso, o seu irmão e irmãs foram morreram por causa da doença.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar