• 1838
  • 1
  • 1
  • 0

Amputee builds more flexible and responsive prosthetic limbs

Partilhado por Ana Duarte a 26/06/2019 - 11:55

Sobre a solução

Van teve sua perna esquerda cortada abaixo do joelho, em 1976, na sequência de um acidente de ski aquático. No hospital, ele recebeu uma protése de madeira e borracha e foi mandado para casa. Como ele não gostou dessa solução, Van ficou obcecado em criar uma perna prostética melhor.

Depois de fazer algumas pesquisas, como estudante do Centro Protético-Ortótico da Faculdade de Medicina da Northwestern University, ele percebeu que a maioria das próteses era projetada da seguinte forma - um pé prostético que se assemelhava ao pé humano. O que significa que não havia energia para impulsionar uma perna.

Então ele a partir de observar abóbadas, a mola de uma prancha de mergulho e a forma em C de uma espada chinesa que o seu pai possuía. Com isso em mente, ele começou a imaginar uma prótese que permitisse ao utilizador saltar e pousar.

O inventor disse que chegou a perceber os erros dos outros fabricantes de próteses. "Não podemos funcionar a menos que tenha uma fonte de energia". Ele considerou os ligamentos onde a energia muscular está armazenada e estudou os tendões de golfinhos, cangurus e chitas, observando como a pata traseira da chita pousa e comprime, e a natureza elástica dela.

O design de Van também foi inspirado na forma em C da pata traseira da chita. Ele precisava construir um dispositivo usando materiais leves, mas duráveis e fortes, que oferecessem retorno de energia.

Isso levou à criação do Flex-Foot, uma linha que inclui muitos projetos de próteses para uma variedade de utilizador feitas de grafite de carbono (a grafite de carbono é mais forte do que o aço e mais leve do que o alumínio). Um dos modelos, o Cheetah, é destinado a atletas de elite e tem sido usado por medalhistas de ouro paraolímpicos.

Os gadgets de Van são responsivos e mais flexíveis, permitindo que os atletas os usem sem comprometer o seu desempenho.

Van deixou o seu emprego e fundou a sua própria empresa em 1984, a Flex-Foot Incorporated, para produzir e vender esses dispositivos. Ele detém várias patentes.

Adaptado de: https://nyti.ms/2FzsMDa
https://bit.ly/2KKQiSb
https://bit.ly/2KCQVgv
https://s.si.edu/2X7KJUr

Mais informações: https://bit.ly/2YkwZlO
https://www.youtube.com/watch?v=_iljcxeKOS0

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Van Phillips, nascido em 1954, nos Estados Unidos, é um amputado que desenvolveu o Flex-Foot, a sua própria marca de membros prostéticos. Estes dispositivos consistem numa perna artificial viável feita de grafite de carbono.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar