• 4988
  • 3
  • 4
  • 15

Estudante headset para ajudar as pessoas a comunicar

Partilhado por Ana Duarte a 17/05/2019 - 20:24

Sobre a solução

Depois de ver a sua avó começar a esquecer-se das coisas e a lutar com tarefas diárias simples, ele começou a pensar em possíveis soluções.

"Eu não pude cuidar dela porque não sabia o que ela estava a tentar dizer-me. Se eu pudesse saber o que ela está a pensar. Se eu pudesse os ler seus pensamentos”, lembrou.

Então o estudante agiu. Passou três anos a fazer pesquisas e testes. Eventualmente, ele criou com um headset sem fio, móvel, que permite que pessoas que sofrem de doença de Alzheimer e outras condições semelhantes a comunicar aos outros o desejo de descansar, ler, andar ou comer.

Este sistema tem 14 elétrodos diferentes que monitorizam diferentes ondas cerebrais e as reproduzem em cores diferentes em um computador ou numa app móvel. Quando Grant combina as ondas cerebrais com os seus algoritmos, pode separar esses quatro desejos.

O jovem mora perto do Instituto UC Irvine para doentes com problemas de memória e distúrbios neurológicos. Com a ajuda de um professor de matemática aprendeu sobre mais dados e algoritmos complexos. Então começou a testar teorias usando as suas próprias ondas cerebrais.

O inventor recebeu uma bolsa de US $ 10.000 da Davidson Fellows. O seu objetivo agora é desenvolver ainda mais o seu gadget e disponibilizá-lo para muitas pessoas, até mesmo encontrar uma maneira de levar a sua inovação aos centros de idosos.

Adaptado de: https://bit.ly/2QZdyLP

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Grant Sheen, nascido em 2001, nos EUA, era um estudante do ensino secundário quando desenvolveu, em 2018, um headset para ajudar pessoas com doença de Alzheimer e outros distúrbios a comunicar as suas necessidades sem usar a fala. Ele foi inspirado pela sua avó, que sofria da doença de Alzheimer.

Comentários (15)

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar