• 632
  • 1
  • 1
  • 0

Doente cria dispositivo para ajudá-lo a comunicar

Partilhado por Ana Duarte a 14/05/2019 - 12:05

Sobre a solução

Foi a falta de soluções que fez Toby criar o seu próprio dispositivo para ajudá-lo a comunicar. Na época, o método tradicional era um cartão do alfabeto. Mas isso levaria muito tempo, já que o utilizador teria que levar perder tempo a percorrer todas as linhas e letras para formar palavras.

Depois de uma intensa fisioterapia e reabilitação, Toby, que era engenheiro, conseguiu ganhar algum movimento nas suas mãos. Foi aí que ele teve a ideia de criar um auxiliar de comunicação portátil - o Lightwriter - uma máquina de escrever que, em vez de digitar no papel, digitava a mensagem num monitor LCD.

O Lightwriter consiste num dispositivo de texto para fala. O utilizador digita uma mensagem e a mensagem é exibida em duas exibições - uma virada para o utilizador e outra numa segunda exibição, para a outra pessoa ver. Existem várias versões deste dispositivo e estão disponíveis em vários idiomas europeus.

Esta inovação pode ser usada por pessoas com limitações de fala ou perda de fala após laringectomia, traqueostomia, AVC, traumatismo craniano ou com doenças neurológicas progressivas, Doença de Parkinson, Esclerose Múltipla, Doença de Huntington e Paralisia Cerebral.

O inventor criou esse dispositivo, a princípio, para si mesmo. Mas quando percebeu que havia muitas pessoas na sua situação, que lutavam para comunicar, começou a fabricar o seu gadget em massa e para isso fundou a sua própria empresa - a Toby Churchill Limited - em 1973.

Adaptado de: https://bit.ly/2LGpUKn

Mais informações: https://www.abilia.com

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Toby Churchill, nascido no Reino Unido, em 1947, tinha 21 anos quando contraiu encefalite (grave inchaço no cérebro) depois de nadar em num lago poluído. Isso levou-o a sofrer de probçemas que alteram a vida, incluindo ficar limitado à cadeira de rodas e ter perdido toda a capacidade de se mover / falar, além da função de piscar no olho esquerdo. Frustrado com os recursos básicos de comunicação disponíveis para as pessoas que não podem falar, ele projetou o Lightwriter - uma máquina de escrever portátil que, em vez de digitar em papel, digitava a mensagem num ecrã.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar