• 10888
  • 13
  • 5
  • 0

Dispositivo para ajudar amputados a tomar banho

Partilhado por Ana Duarte a 28/06/2016 - 19:19

Sobre a solução

Em 2015, o inventor criou um protótipo que consiste numa prótese que previne que o utilizador escorregue e lhe dá estabilidade, facilmente colocando e retirando esta prótese antes e depois do banho. Esta prótese é estável e tem a mesma base e os encaixas utilizados para a maioria das próteses.

"A sua casa de banho é tão pequena que usar uma cadeira não era exequível", explicou Michael. "Por isso ele equilibrava-se numa perna para tomar banho. Caía imensas vezes, e foram décadas de se equilibrar numa só perna que danificaram a parte esquerda da sua anca", acrescentou.

A solução tem funcionada muito bem para Frank, que é atualmente o seu único utilizador. Mas Michael quer mudar isso, de forma a que a solução esteja ao alcance de outros amputados. A SDSU vai começar a financiar os testes e a licenciar para produzir em massa.

Michael estima que o dispositivo custe $300 dólares, mas quer torná-lo mais barato.

"Queremos baixar o custo do dispositivo para que qualquer amputado no planeta o consiga comprar. Ao pesquisar por materiais exóticos e impressão 3D, esperamos criá-lo em vários tamanhos, cores e design", descreveu.

Adaptado de: http://on.cpsj.com/2hMBSCR

E você, criou alguma solução? Por favor partilhe-a com a comunidade do Patient Innovation!

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Michael Simonetti, nascido nos EUA, em 1962, é um veterano militar e estudante da San Diego State University (SDSU) que inventou o Shower-Safe Base, um dispositivo desenhado para ajudar amputados e pessoas com deficiências físicas a tomar banho. Michael foi inspirado pelo seu amigo e colega militar, Frank Jones, de 45 anos, que fez uma amputação à perna direita, e lhe contou que a pior parte do seu dia é quando tomava banho.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar