• 1865
  • 0
  • 0
  • 0

Pedais de carro para pessoas com deficiência

Partilhado por Ana Duarte a 15/10/2015 - 10:30

Sobre a solução

Ele teve a ideia de criar pedais estendidos para o carro para que ele pudesse ter uma vida diária melhor e mais independente.

Mohalatsi representa muitos alunos com deficiências físicas em instituições de ensino superior que, através de várias circunstâncias foram prejudicados e não conseguem conduzir um carro normal. Muitos deles estão em risco de causar acidentes fatais se eles continuam a dirigir carros sem ajuda.
Desesperado para melhorar e mudar o seu dia-a-dia, ele aproximou-se da Central University of Technology (CUT), uma agência de inovação tecnológica (PDTS) na CUT, com uma ideia de criar pedais longos e explicou-a a Kamohelo Mokoena, graduado em Engenharia Mecânica da CUT que o aconselhou a elaborar uma proposta e apresentá-la ao PDTS para avaliação.

"Esta grande ideia foi inspirada pelo próprio estudante. Ele aproximou-se e explicou-nos a sua ideia, e gentilmente perguntou-nos se lhe poderíamos fabricar a extensão do pedal para ele, que foi uma grande, mas desafiadora experiência ", disse o Sr. Barnard Ludrick, que lidera uma equipa de mentes e especialistas jovens e inovadoras.
"Nós pegamos na ideia, fiz a pesquisa, e pensei nos conceitos e design. Orientaei o meu estagiário sobre o que é e como deve ser feito ", concluiu.

Ele e Mokoena começaram a modelar a ideia e criaram um produto perfeito que libertou o estudante. Com a ajuda da PDTS, Mabilietse é capaz de se dirigir a qualquer lugar sem problemas.

Hoje, ele conduz em torno das ruas de Bloemfontein, e de casa para o campus. "Estou satisfeito e grato pelo trabalho maravilhoso que a PDTS tem feito por mim. Ela ajudou-me muito. Eu não dependo de pessoas para me levar de A a Z agora. Sou independente e desfruto de cada momento ", disse Mabilietse.

A ideia desses pedais estendidos é a primeiro do seu tipo no país e pode fazer CUT ficar orgulhoso na liderança da inovação para a indústria automóvel do país. "Usamos seis milímetros de placa normal de aço (que uma pessoa pode usar, se ele quer ir para o mercado de massa), fibra de carbono, clipes de dossel, e borracha. O custo total para o material era de cerca de 40 € ", disse Mokoena.

Adaptado de: http://bit.ly/2upjDb2

Mais informações: http://www.nunnovation.com/

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Mohalatsi Mabilietse, nascido em 1995, na África do Sul, tem 1.37m de altura e dependia da sua família e amigos para levá-lo ao aos diferentes sítios, porque as suas pernas são tão curtas que ele não podia chegar aos pedais do carro.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar