• 158
  • 1
  • 1
  • 0

Mulher inventa jogo para ajudar crianças com necessidades especiais a comunicar

Partilhado por Ana Duarte a 06/11/2019 - 16:57

Sobre a solução

Celmira é uma professora que trabalha com alunos com necessidades especiais que sofrem de autismo, dislexia, síndrome de Down, cegueira e disturbios auditivos.

Isso levou-a a inventar a EKUI. Este jogo consiste num baralho de cartas que se reúne para métodos de comunicação: Braille, linguagem gestual, ortografia e alfabeto fonético internacional.
 
"Imagine como aprendeu a ler, escrever e falar, e agora vamos trazer isso para esse baralho de cartas. Aprendemos a falar ao observar os fonemas que saíam da boca dos nossos pais, então fomos buscar o alfabeto fonético. Também aprendemos muito sobre memorização e leitura icónica da sociedade. Então, fomos procurar uma pista visual para ajudar a entender a ortografia do alfabeto, usando a linguagem gestual em português. Como queríamos que esse baralho fosse inclusivo, fomos buscar o Braille. Também possui Braille visual e tátil, para incluir pessoas com algum tipo de deficiência visual”, explicou a inovadora.

Este projeto, desenvolvido dentro da Associação Leque, é o único do género em Portugal.

O jogo é usado por mais de duas mil crianças em mais de 133 escolas em todo o país.

A EKUI recebeu o prémio de responsabilidade social Maria José Nogueira Pinto, que permitiu à equipa lançar uma versão numa app para dispositivos móveis. Essa metodologia de comunicação também está disponível através de tutoriais digitais e a equipa oferece workshops.

Segundo os líderes do projeto, o EKUI tem uma taxa de sucesso de 89%.

Adaptado de: https://bit.ly/2qrHPu9

Mais informações: https://ekui.pt/
https://www.youtube.com/watch?v=eDLI3IphOUA

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Celmira Macedo, de Portugal, desenvolveu, em 2015, o EKUIzar para mudar o Mundo, um jogo para ajudar crianças com necessidades especiais. Ela foi inspirada pelos seus alunos.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar