• 1177
  • 0
  • 1
  • 0

Pai cria dispositivo para ajudar filho de 2 anos com espinha bífida

Partilhado por JoanaSaraiva a 16/07/2019 - 20:55

Sobre a solução

Brody Moreland nasceu com espinha bífida, um defeito de nascença que ocorre quando a espinha de um bebé não se forma normalmente no útero. Depois de os médicos terem descoberto a condição, após 20 semanas de gravidez de Ally Moreland, eles deram ao casal uma chance de 50% de que o seu filho ser capaz de andar. Logo após o nascimento, Brody passou por uma cirurgia de fechamento e por uma cirurgia craniana para drenar fluido extra do seu cérebro. Mais quatro cirurgias se seguiram nos próximos seis meses. "Mas a sua mobilidade não melhorou: ele está basicamente paralisado do peito para baixo", disse Taylor. Ele tem controlo de braços, mas não tem controlo do tronco.

“No começo, eu pensava de forma tão negativa sobre todas as coisas que ele não seria capaz de fazer. É para onde vai a sua mente", lembrou o pai.

Como Brody cresceu, o tempo de brincadeira significava passar o tempo todo de barriga no chão. Ele ergueu-se com os braços, mas não conseguia gatinhar, então ficava exatamente no mesmo lugar em que os seus pais o colocaram. Quando Brody completou 1 ano, a família tentou uma cadeira de rodas para bebés ZipZac, o que ele adaptou-se bem, mas ainda não era uma solução, já que ele não poderia facilmente chegar ao chão onde estavam os seus brinquedos. Era importante que Brody pudesse gatinhar e brincar no chão, assim como as outras crianças. Foi apenas uma questão de encontrar um caminho.

Foi quando Taylor criou “The Frog”, um dispositivo caseiro que ajudou Brody mover-se por conta própria. Ele suporta o seu corpo com a ajuda de grandes rodas colocadas perto das suas ancas. Ele inclina-se para cima e para baixo, então ele tem que carregar algum peso nos seus braços como qualquer outro bebé quando gatinha. Quando ele está cansado, pode confortavelmente descansar a cabeça no chão. As rodas grandes significam que ele pode passar facilmente pela carpete ou por uma transição de uma entrada. Promove o aumento da força e estabilidade do ombro, além de um maior controlo da cabeça e do tronco, disse a mae. Também aumenta as habilidades percetivas visuais e as habilidades cognitivas.

O dispositivo tem sido uma "mudança de vida" para Brody, disseram os seus pais. Ele pode perseguir o gato, abrir gavetas, brincar com os seus primos, explorar por conta própria e "ser louco como qualquer criança deveria ser", observou a sua mãe.

O dispositivo é uma excelente ideia, disse Elizabeth A. Fain, diretora de terapia ocupacional da Universidade Pfeiffer em Misenheimer, Carolina do Norte, que não esteve envolvida no projeto e ofereceu uma opinião independente.

A família agora quer partilhar esta solução com o mundo. Taylor já produziu dispositivos Frog para 20 crianças e há uma crescente lista de espera de pedidos.

Adaptado de: https://on.today.com/2GfykTH

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Taylor Moreland, dos EUA, criou o dispositivo "The Frog" para ajudar o seu filho que sofre de espinha bífida.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar