• 1711
  • 1
  • 1
  • 0

Estudante cria googles para ajudar invisuais a identificar obstáculos

Partilhado por Ana Duarte a 26/06/2019 - 11:10

Sobre a solução

Depois de Anang ter ajudado uma mulher cega a atravessar a rua, ele tentou encontrar uma solução para esse problema. Ele percebeu que as pessoas com problemas visuais podem sentir objetos no seu caminho com a sua bengala tradicional. No entanto, este dispositivo não ajuda muito quando o utilizador está a tentar atravessar a rua.

Então ele começou a fazer algumas pesquisas, procurando por um método como o dos morcegos, para ajudar os cegos a identificar o perigo imediato. Como os morcegos são cegos, dependem da ecolocalização (as ondas sonoras são refletidas na superfície do objeto oposto) para identificar e evitar os obstáculos.

O estudante desenvolveu uma solução, em 2017, com base nesse método. O resultado foi o Googles for Blind (G4B), que integra transmissores, recetores e um microprocessador ultrassónicos.

O G4B usa sensores de ultrassom e infravermelhos para ajudar os utilizadores a detetar obstáculos a uma distância de dois metros. Quando o som bate num objeto, os sensores detetam o eco e enviam um alerta de vibração através de motores de vibração instalados nas duas hastes dos óculos de proteção.

A inovação tem um sensor infravermelho no meio dos óculos para detetar obstáculos no caso de ambos os sensores de ultra-som falharem. Quando um obstáculo é detetado, um som de beep é ouvido através da saída de áudio junto com a vibração para alertar a pessoa.

“Assim que a pessoa que usa isso chega perto de um objeto, a intensidade das vibrações aumentará. Isso não substitui o bastão, mas pode ser eficaz quando usado com o ele”, explicou.
 
O inventor recebeu o Prémio APNI Abdul Kalam IGNITE 2017, o Prémio Dinanath Pandey Smart Idea Innovation 2017 e o Prémio Nacional Grassroute de Inovação pelo seu gadget.
 
O inventor desenvolveu três protótipos. Quando o protótipo final estiver pronto, ele receberá da UNICEF e de outras organizações ajuda para promover o dispositivo e trazê-lo para o mercado.
 
Adaptado de: https://bit.ly/2XaAzCo
https://bit.ly/2XygXr4
https://www.youtube.com/watch?v=SFhHPFBZbUo

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Anang Tadar, da Índia, era uma estudante de 23 anos quando ajudou uma mulher cega a atravessar a rua. Isso levou-o a criar o Googles for Blind (G4B), óculos para ajudar invisuais a localizar obstáculos no seu caminho.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar