• 472
  • 1
  • 0
  • 0

Mulher que gagueja desenvolve cartão para se expressar e ajudar outros com a mesma condição

Shared by Ana Duarte on 15/03/2019 - 18:56

Sobre a solução

Kylah foi levada a criar essa solução quando, ao regressar de uma visita de estudo na Costa Rica, teve algumas dificuldades em passar pelo alfândega dos EUA devido à sua limitação.

"Quando eu estava a passar pelo Aeroporto Internacional de Atlanta, eles perguntaram-me de que país eu vinha. E eu gaguejei ao dizer Costa Rica. Porque sempre foi uma coisa difícil de dizer para mim."

Depois disso, Kylah foi levada para outra sala e foi questionada. Mesmo depois de explicar a sua condição, a equipa da alfândega continuava a fazer perguntas e não permitia que ela fosse embora. Quando ela estava a ficar nervosa, a gaguez piorava.

"O meu coração estava acelerado", explica ela. "Eu estava realmente confusa porque eles não me disseram o que estava a acontecer. Eu não conseguia pensar direito. Eu sentia-me como se estivesse presa porque não importava o quanto eu dizia que eu tinha um problema de fala, parecia que não queriam acreditar em mim ”, observou a estudante.

Isso fez com que perdesse o vôo. Ela ficou incomodada por isso e também porque as autoridades a acusavam de mentir sobre uma limitação como a sua gaguez.

Então Kylah decidiu que tinha de fazer algo sobre isso.

Com a ajuda de Jane Fraser, presidente da Stuttering Foundation of America, começou a trabalhar num projeto que ajudaria a quem gaguejasse a evitar essas situações.

O cartão explica de antemão: “Eu sou uma pessoa que gagueja. Aqui está o que é a gaguez".

O I Stutter Card está disponível gratuitamente e qualquer um pode imprimi-lo e colocá-lo na sua carteira.

Adaptado de: https://bit.ly/2ud4RTS

Mais informações: https://bit.ly/2Y0WN6A

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Kylah Simmons, dos EUA, era uma estudante universitária de psicologia e media quando desenvolveu, em 2016, o I Stutter Card, um cartão educacional para ajudar a expressar melhor a sua condição, enquanto gagueja, e ajudar outros com a mesma limitação.

Categorias associadas a esta solução

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar