• 3875
  • 1
  • 1
  • 1

Pais criam órteses impressas em 3D inspirados pelo seu filho

Partilhado por Ana Duarte a 29/05/2018 - 10:36

Sobre a solução

Diamo nasceu em 2003 e teve um parto difícil , o que o levou a sofrer de paralisia cerebral e tetraplegia. Ele faleceu em 2012. A criança tinha muito pouco controlo da cabeça e necessitava de tratamento extensivo para comer, sentar, etc., o que significava que ele tinha que usar muitos aparelhos ortopédicos: talas para as mãos, uma segunda roupa de dormir, etc. Conseguir as órteses certas foi o maior desafio. O menino não conseguia comer bem, pois não conseguia sentar-se direito, continuamente a escorregar do sistema de assentos, incluindo cadeiras e cadeiras de rodas. Além disso, os aparelhos levavam muito tempo para chegar e depois de as medidas terem sido tiradas, as peças já não serviam a Diamo.

Quando Naveed e Samiya começaram a procurar uma solução, eles leram sobre uma criança de 2 anos que sofria de uma condição que enfraqueceu os seus músculos e articulações, impedindo-a de levantar os braços e uma equipa de engenheiros usou a impressão 3D para fazer um exoesqueleto leve para a criança.

"De repente, um mundo de possibilidades começou a criar raízes nas nossas mentes", escreveu Naveed e Samiya.

Com essa tecnologia, todo o processo seria acelerado e mais fácil para o doente e a família, fazendo um scan em 3D da criança, projetando um modelo biomecânico, produzindo rapidamente um protótipo e iterando a órtese usando uma impressora 3D.

Os pais lançaram uma campanha de crowdfunding em 2014 e começaram a fazer protótipos. Em seguida, eles criaram a sua própria empresa, oferecendo órteses medicas ajustadas às cesidades de cada um, usando big data e impressão 3D.

O serviço da Andiamo está agora disponível no Reino Unido e em algumas partes da Europa. Eles pretendem disponibilizar o serviço em todo o mundo nos próximos anos.

Mais informações: https://andiamo.io/

Adaptado de: https://bit.ly/2kwOJrC

https://youtu.be/WRIuNhGRtpc
https://youtu.be/qXc1gfXubOU

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Naveed e Samiya Parvez, que moram no Reino Unido, fundaram a sua própria empresa, Andiamo, para produzir e comercializar órteses personalizadas impressas em 3D. Eles decidiram inventar este dispositivo porque o seu filho Diamo tinha paralisia cerebral e era tetraplégico. Mas os aparelhos disponíveis para o seu bem-estar não eram adequados e eficazes.

Comentários (1)

  • Christopher Kates Sex, 31/08/2018 - 07:43

    Muito obrigado por compartilhar informações tão brilhantes como sempre. Eu sempre paro por aqui sempre que eu acho que eu preciso de algumas informações sobre determinado tópico neste nicho e eu recebo a fonte para preparar o meu artigo para <a href="https://majesticessays.com/"> melhor serviço de redação </a> Essa é a principal razão pela qual eu amo a informação compartilhada aqui. Compartilhe mais e mais informações como sempre.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar