• 1079
  • 2
  • 2
  • 0

Estudante cria dispositivo para ajudar a garantir a segurança de surdos

Partilhado por Inês Mémeteau a 05/04/2018 - 16:10

Sobre a solução

Ainda no ensino secundário, ele concebeu Deaf Tab, um dispositivo eletrónico que deteta o som assim que um alarme é acionado e envia uma mensagem visual ou vibrante, para garantir que as pessoas surdas estejam cientes disso. O dispositivo permite que pessoas surdas encontrem uma certa autonomia em casa ou no trabalho.

Quentin, o líder do projeto, concebeu, com a ajuda dos seus amigos, Deaf tab, um dispositivo que deteta todos os alarmes sonoros de uma casa, como um alarme de incêndio, a campainha, etc.

A sua criação permitiu que ele fosse finalista em várias competições, como a Google Science Fair, embora Quentin não queira ser um empreendedor. Ele quer comercializar a sua invenção a baixo custo para que um máximo de pessoas possa usá-la. O dispositivo pode ser construído por todos, já que é fácil de montar. O dispositivo em si custa aproximadamente 57,50 € e o transmissor custa cerca de 8 €. Quentin está atualmente à procura de um investidor para apoiar o seu plano.

Adaptado de: https://bit.ly/2i6kTMU
https://youtu.be/0i3T0nCLlII

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Quentin Wavelet, nascido em 1998, é estudante de engenharia na Universidade de Bordéus e começou a trabalhar no Deaf Tab quando estava a concluir o ensino secundário em Paris. Quando ele soube que o pai de um amigo, que é surdo, ficou num hotel em chamas porque não ouviu o alarme de incêndio, Quentin decidiu criar um dispositivo para ajudar a garantir a segurança dos surdos.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar