• 6091
  • 10
  • 3
  • 1

Guitarrista inventa pontas de dedos de plástico e cabedal para tocar guitarra

Shared by Ana Duarte on 12/04/2017 - 18:25

Sobre a solução

Tony é o guitarrista dos Black Sabbath, e quando ele teve o acidente, pensou em desistir, porque no hospital disseram-lhe que nunca mais voltaria a tocar. Mas um amigo mostrou-lhe um álbum de Django Reinhardt e incentivou-o a não desistir.

Depois de tentar aprender a tocar com a mão direita, Tony amarrou as suas guitarras com cordas extra-leves (usando cordas de banjo, que eram de um calibre mais leve do que até mesmo as cordas de guitarra mais leves da época) e usava capas de plástico sobre os dois dedos danificados. Ele ajustou as suas cordas para ser mais fácil tocar.

O músico fez as provações de plástico, derretendo garrafas de plástico de sabão líquido numa bola e, em seguida, usando um ferro de solda para fazer buracos nesta bola, colocou os dedos, enquanto o plástico ainda estava macio o suficiente para ser moldado. Em seguida aparou e lixou o excesso de plástico para ficar com dois dedais, que depois cobriu com cabedal para melhor agarrar as cordas.

"Derreti, peguei num ferro de solda quente e moldei-o como um dedo", lembrou. Em seguida cortou tiras de um casaco de cabedal para cobrir a sua nova prótese caseira.

"Ele disse:" Bem, este homem toca com dois dedos. "E isso realmente inspirou-me a fazê-lo", explicou o guitarrista, que acabaria por começar a experimentar as pontas de plástico prostéticas - tornando a versão inicial do metal. "Eu tentei materiais diferentes e, em seguida, no final do dia, tive a ideia do cabedal que iria segurar a corda. Era muito primitivo, mas funcionou ", explicou o inventor.

Tony foi classificado número 25 na lista da revista Rolling Stone dos "100 maiores guitarristas de todos os tempos".

"Tornou-se um fardo. Algumas pessoas dizem que me ajudou a inventar o tipo de música que eu toco, mas eu não sei se fez isso. É apenas algo que com o qual eu tive de aprender a viver. Isso afeta o estilo de tocar; Não se consegue sentir as cordas, e há certos acordes que eu não posso tocar. No começo foi-me dito por médicos: "Você não vai tocar guitarra." Mas eu acreditava que eu podia fazer isso, e eu fiz ", disse Tony.

Adaptado de: http://bit.ly/2ozoqVa
https://youtu.be/Lw6M1TddcL0

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Tony Iommi, nascido no Reino Unido, em 1948, é um guitarrista que perdeu as pontas do dedo médio e anelar da sua mão direita, enquanto trabalhava em uma fábrica, quando tinha 17 anos. Porque ele queria continuar a tocar guitarra, então surgiu veio com uma solução criando capas de ponta de plástico e cabedal, inspiradas por Django Reinhardt, um músico que também perdeu dois dedos, mas encontrou uma maneira de continuar a tocar guitarra.

Comentários (1)

  • Hina Khan Sáb, 17/08/2019 - 22:01

    Os serralheiros em Fort Lauderdale estão mais inclinados a extrair muito cansaço do dia-a-dia do que em diferentes comunidades urbanas, à luz da natureza sempre agitada da cidade. <a href="http://locksmithindubai.ae"> Serralheiro no Dubai </a>

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar