• 2255
  • 0
  • 0
  • 0

O homem desenvolve braço protético por seu pai

Partilhado por Ana Duarte a 10/02/2017 - 15:35

Sobre a solução

Oleg juntou-se ao colega engenheiro Sergei Arefyev para desenvolver um braço prostético acessível para seu pai, na garagem do seu apartamento.

O gadget foi construído usando algumas peças impressas em 3D, e com os outras comprados online.

"É como Lego, projetado para pessoas que não estão à vontade com a eletrónica: "Basta juntar as peças. Se eu consegui fazê-lo, outros também conseguem", o inventor explicou.

O produto, que não é patenteado, foi criado com a finalidade de ser mais barato. De acordo com os seus criadores, é dez vezes mais barato do que o próteses tradicionais (embora não tenha os controles de sensores).

"Queríamos criar uma prótese simples e acessível. O facto de não estar patenteada faz sentido na medida em que não queríamos gastar muito dinheiro", disse Oleg.

O pai de Oleg gosta do seu novo braço, e diz que, graças a ele, pode fazer algum trabalho em torno da casa.

Adaptado de: http://reut.rs/2kcMyXQ
https://youtu.be/bQea0EBsD-o

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Oleg Galtsev, nascido na Bielorrússia, em 1984, é um engenheiro de software que produziu, em 2014, um braço prostético para o seu pai Sergei, que perdeu o braço direito numa explosão num campo de tiro militar, há cerca de 30 anos.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar