• 2847
  • 0
  • 0
  • 0

Pai inventa suporte para sua filha

Partilhado por Ana Duarte a 29/08/2016 - 15:09

Sobre a solução

Devido ao seu estado, Roberta não pode andar, e tem dificuldade em engolir e controlar os movimentos da sua cabeça e pescoço, então tem que usar uma cinta. Fabio desenvolveu o dispositivo porque Roberta chorava sempre que tinha de usar o suporte convencional, fornecido pelo seguro, que a estava a magoar.

Após dois anos, o pai, que trabalha numa empresa de alta tecnologia, surgiu com um protótipo, criado em casa.

"Eu fiz um novo suporte sozinho, em liga de alumínio, com uma a meta ambiciosa: criar uma cinta mais modular para o corpo da minha filha, algo que com o tempo pode mudar e pode ser modificado. Querer e poder é o meu lema. Para a Roberta eu faço qualquer coisa", o inovador explicou.

Este novo dispositivo é melhor para os utilizadores, porque é de cerca de 40-45% mais leve do que o tradicional, e é também mais flexível.

"Com esta cinta tudo muda: O aperto torna-se ainda mais forte, porque a estrutura é flexível", disse Fabio.

O inventor tem já novas ideias: Está a pensar como melhorar a cadeira de rodas da filha, e sobre a construção de uma piscina térmica.

Fabio apresentou sua inovação Rome Maker Faire: a edição Europeia, em 2015.

Adaptado de: http://bit.ly/2bQHQO9

E você, tem alguma solução? Por favor, partilhe com a comunidade Patient Innovation!

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Fabio Gorrasi, nascido na Itália, em 1979, tem uma filha, Roberta, nascida em 2010, que sofre de atrofia muscular. Desenvolveu-lhe um suporte móvel para ajudá-la na reabilitação.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar