• 409
  • 0
  • 0
  • 0

Mulher cria colchão especial para ajudar bebés com problemas respiratórios

Partilhado por Ana Duarte a 04/09/2019 - 10:41

Sobre a solução

“A minha intenção era estudar, mas, quando cheguei ao Reino Unido, vi uma oportunidade de trabalhar primeiro, para conseguir dinheiro para os estudos. Portanto, comecei a trabalhar como ama numa casa e isso me ajudou a arrecadar dinheiro para as despesas”, explicou ela.
 
Enquanto trabalhava como ama, Jacqui percebeu que muitos bebés com menos de seis meses tinham problemas para respirar enquanto dormiam.

Enquanto estudava, ela também começou a pesquisar sobre esse assunto, a fim de tentar entender o que poderia estar a causar esses problemas, que resultam em regurgitação e, às vezes, em Síndrome da Morte Súbita. Eventualmente, ela percebeu que a principal causa dos problemas respiratórios era o colchão plano em que os bebés dormiam. Esses colchões comprimem a traqueia do bebé, bloqueando a passagem suave do ar, o que causa dificuldade em respirar e regurgitar.

Uma vez identificado o problema, a mulher decidiu criar uma solução. Então construiu dois modelos: um travesseiro macio em uma das extremidades do colchão. O travesseiro é inclinado a criar uma passagem clara na traqueia, para que o bebé possa respirar bem. E um colchão macio com espuma especial feita para bebés, com depressão para permitir que o bebé se sinta confortável quando estiver a dormir, além de reduzir o nivelamento do colchão. O conceito por trás desses designs é imitar a posição do bebé enquanto dentro do útero.

Após 20 anos, o produto passou em todos os testes internacionais de produtos para bebés no Reino Unido. A inventora também conseguiu trazer a sua solução de volta para o Uganda em 2015, pois não havia um mecanismo adequado de como os bebés recém-nascidos seriam levados a dormir e descansar confortavelmente.

"No Reino Unido, cada colchão custa £ 160 (cerca de sh770.000), mas sabemos que isso é caro para os nossos consumidores locais. Por isso, estamos elaborando um plano para reduzir o preço para os consumidores locais. Usei as minhas economias para chegar a essa inovação e atingi um nível em que minha inovação foi patenteada globalmente. Trata-se de uma inovação de um ugandense e espero que os parceiros, especialmente o governo, possam participar e tornar essa inovação uma realidadea”, a inventora acrescentou.

Por enquanto, a produção dos colchões é feita no Reino Unido. O custo unitário de produção de cada colchão é avaliado em £ 70.

Adaptado de: https://bit.ly/2ZJSu0a

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Jacqui Nancey Sebuyira, do Uganda, é uma parteira com um bacharel em ciências em obstetrícia pela Universidade de Thames Valley que vive no Reino Unido. Ela construiu um colchão especial depois de perceber que alguns bebés tinham problemas respiratórios durante o sono.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar