• 1124
  • 2
  • 3
  • 1

Menina cria máquina de diálise doméstica de baixo custo

Partilhado por Ana Duarte a 06/03/2019 - 17:37

Sobre a solução

A diálise é "um tratamento para a insuficiência renal que remove resíduos e líquidos extra do sangue, usando um filtro", diz o National Kidney Center. É usado quando os rins estão a falhar no corpo, como no caso de diabetes, hipertensão ou glomerulonefrite (inflamação crónica dos rins), explica o Serviço Nacional de Saúde. Cada sessão pode levar cerca de quatro horas.

“A minha história pessoal de inovação começou quando eu tinha 16 anos como voluntária num hospital local, alguns verões atrás, como uma companheira para doentes a fazer diálise, uma forma comum de filtrar o sangue quando os rins falham. O meu tempo passado no hospital com doentes em diálise foi o que me permitiu ver o verdadeiro potencial do pensamento inovador... Salvar vidas. Como alguém que sonha em tornar-se médico, naturalmente fiquei fascinada com esse tratamento três vezes por semana. Comecei a ler sobre diálise, e uma coisa ficou imediatamente clara: há uma falta mundial de acesso e uma grande necessidade desse tratamento. A minha inspiração não surgiu de projetos médicos anteriores ou proezas de engenharia... Ela veio de passar tempo com doentes que fazem diálise. Eu não sou médica nem engenheira”, expressou a inovadora.

O tempo que levou para os doentes receberem o tratamento e a logística foi um problema, mas a menina também ficou chocada com o custo que uma máquina tradicional: cerca de 30.000 USD. Então, ela decidiu criar um dispositivo mais barato que pudesse ser usado na casa do doente.

Assim, a inventora começou a fazer pesquisas, principalmente online e também a ler manuais de máquinas de diálise já existentes. Isso levou Anya ao primeiro protótipo, o que lhe permitiu ver se ela poderia projetar uma máquina acessível e mais fácil de usar. A segunda versão foi uma grande melhoria. “Filtrou cerca de quatro litros, igual ao volume de sangue de uma criança, em 25 minutos. Provou que poderia funcionar e ajudou-me a entender como desenvolver ainda mais meu terceiro protótipo”.

O Dialysave pode ser construído por cerca de 500 USD.

Até 2017, Anya foi contactada por 30 pessoas de todo o mundo que lhe pediram para comprar a sua máquina de diálise para si ou para um ente querido.

A inventora conseguiu mostrar o seu dispositivo em várias ocasiões e co-fundou a sua própria empresa em 2018, Encapcell Technologies. Depois vendeu a patente do seu dispositivo a outra empresa que se encontra a desenvolver o projeto.

Adaptado de: https://bit.ly/2VGYWCp
https://bit.ly/2UjDiUl
https://bit.ly/1QOqDPK
https://www.youtube.com/watch?v=z5ncIwCZDGU

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Anya Pogharian, do Canadá, nascida em 1998, tinha 17 anos quando desenvolveu o Dialysave, uma máquina de diálise de baixo custo, na sua cave. Anya foi levada a criar este dispositivo enquanto ela estava a fazer voluntariado numa unidade de diálise hospitalar, em 2015, e conseguiu ver quanta energia era necessária para os pacientes receberem o tratamento várias vezes por semana. Assim, a inventora começou a pensar numa solução que mais barata e permitiria que os permitisse aos doentes receber o tratamento em casa.

Comentários (1)

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar