• 4083
  • 1
  • 2
  • 0
  • Help Ukraine

Pai desenvolve aplicação para ajudar a detectar cancro nos olhos

Partilhado por Ana Duarte a 07/12/2017 - 11:34

Sobre a solução

A aplicação é gratuita, e o nome está sob a sigla CRADLE, ComputeR Assisted Detector of LEukocoria. Funciona ao pesquisar todas as imagens armazenadas no dispositivo móvel para detetar olhos brancos. Também pode ser usado no modo de digitalização, transformando o smartphone num oftalmoscópio em bruto e permitindo que o utilizador acerte o dispositivo sobre os olhos da criança. Quadrados verdes aparecem ao redor dos olhos, e se uma reflexão é detetada, o quadrado fica vermelho.

Tudo começou em 2009, quando Noah foi diagnosticado com um retiblastoma, depois de a esposa de Bryan, Elizabeth, ter notado uma reflexão branca que, em algum momento, apareceu nos olhos do filho, nas fotos. A mãe mencionou isso ao pediatra, que os enviou a um oftalmologista e que lhes disse que Noah tinha tumores nos olhos.

Após o diagnóstico, o bebé passou por três meses de quimioterapia, 30 ciclos de radiação e depois fez uma cirurgia para remover o olho direito.

Durante o tratamento, Bryan começou a pensar por quanto tempo aquela reflexão branca, conhecida como leucocoria, havia aparecido nas fotos. Então ele teve uma ideia: e se a câmara tivesse sido programada para detetar a leucocoria?

Em 2010, o professor decidiu agir. Ele começou a rever todas as fotos que a família tinha tirado de Noah desde o nascimento. Ele descobriu que os primeiros sinais de leucocoria apareceram quando o bebé tinha apenas 12 dias de idade.

"O aparecimento da reflexão branca começou a aumentar de frequência, aparecendo em mais e mais em imagens. No momento em que ele tinha 4 meses, apareceu em 25% das fotos tiradas dele por mês ", explicou o inventor.

A CRADLE foi desenvolvida dois anos depois, com a ajuda do professor da Universidade Baylor Greg Hamerly e os estudantes de pós-graduação Ryan Henning e Erick Huntley. Foi lançada em 2014, para iOS, e em 2015 foi lançada para Android. Pode ser encontrada na Apple Store e na Google Play Store, pesquisando o termo "detetor de olhos brancos".

"Eu estava a trabalhar nisso enquanto eu trabalhava noutras coisas. Mas eu continuei a dizer a mim próprio: eu realmente preciso de fazer isso. Esta doença é difícil de detetar. Não só esse software pode salvar a visão, mas pode salvar vidas ", disse Bryan.

A app foi descarregada por várias famílias e ajudou a diagnosticar várias condições oculares, como a doença de Coats e a camada de fibras nervosas da mielina retiniana.

"Será difícil eliminar a perda de visão, mas esse software pode eliminar a morte associada a esta doença apenas pelo diagnóstico precoce. No pior cenário, eles perdem um ou ambos os olhos - mas eles ainda têm a sua vida ", afirmou o pai.

Bryan está a trabalhar na melhoria do software e na divulgação desta solução.

Mais informações: http://apple.co/11z4LGl

Adaptado de: http://bit.ly/2iZArD0

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Bryan Shaw, nascido nos EUA, em 1967, é professor de química da Universidade de Baylor e desenvolveu o CRADLE - uma app para ajudar a detetar cancro olho nos olhos. Bryan criou esta solução, em 2014, depois de o seu filho Noah ter sido diagnosticado com retinoblastoma.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar