• 3963
  • 1
  • 1
  • 0

Mãe inventa dispositivo para ajudar filha a recuperar a capacidade de andar

Partilhado por Merle Schlottmann a 06/04/2017 - 17:28

Sobre a solução

Devido a um acidente vascular cerebral, Dindia Gutmann ficou paralisada de um lado do corpo desde que ela nasceu. A sua condição faz com que o movimento independente seja quase impossível. Como não havia nenhuma terapia disponível que fosse eficiente a longo prazo, a sua mãe Anna decidiu desenvolver um dispositivo para a postura e correção de movimento. Durante o desenvolvimento ela sempre foi sempre assistida pela sua filha.

Apesar de Anna não ter muitos conhecimentos tecnológicos começou a trabalhar na sua ideia. Estes doentes sentem o núcleo do seu corpo deslocado. Depois de cerca de dez anos de melhoria do dispositivo atual, este agora consiste em sensores, escondidos num colete preto, os quais são ligados a elétrodos acima e abaixo da clavícula.

“O dispositivo evoca um estímulo para me lembrar de me endireitar”, descreve Dindia.

Para o primeiro protótipo, de 2005, interruptores de mercúrio foram ligados a uma lanterna e sensores. Vestindo isso, uma lâmpada acendia nas suas costas quando ela não estava direita.

“Eu tive de encontrar uma solução para medir se ela estava na posição horizontal”, explica a mãe sobre a utilização de interruptores de mercúrio.

Colaborando com a Universidade Tecnológica (UT) de Berlim, eles melhoraram o dispositivo nos anos seguintes.

Usar o dispositivo levou a um progresso extremo em andar, o que causou uma forte queda de sua espasticidade.

Depois de obter financiamentos ganhou uma bolsa pela UT de Berlim e uma bolsa da EXIST, tendo depois desenvolvido o protótipo descrito em 2013. Anna também lançou uma campanha de crowdfunding.

Dindia, assistida pela UT de Berlim, criou a REMOD, uma start-up para capitalizar o dispositivo.

Mais informações: http://www.hemiparese-therapie.de/remod-2/

Adaptado de: http://bit.ly/2oeuwdo
https://youtu.be/9Bv8nkGwAsw

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Anna Gutmann, da Alemanha, é uma mãe que inventou um dispositivo - ReMoD - para ajudar a filha a andar, Dindia Gutmann, nascida em 1990, que sofre de Hemiplegia e Hemiparesia espástica.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar