• 3152
  • 0
  • 0
  • 0

Câmara 3D para ajudar a remover tumor "inoperável"

Partilhado por Ana Duarte a 21/12/2015 - 14:09

Sobre a solução

Em 1993, Avi teve um acidente de mota. Já no hospital, fez uma TAC que revelou um tumor cerebral. O neurocirurgião disse-lhe que tinha de ser operado imediatamente uma vez que o tumor podia ser maligno. Dado que o tumor estava localizado na parte do cérebro que controla o movimento e o pensamento consciente, Yaron sabia que provavelmente sobreviveria à cirurgia mas que havia risco de sofrer disfunção cognitiva, desenvolver epilepsia e de ficar com metade do corpo paralisado.

A operação foi um sucesso e, após seis meses de recuperação, Yaron sentiu uma vitória surpreendente e não teve nenhum sintoma. No entanto, 18 meses mais tarde, descobriu que o tumor ainda lá estava. Quando voltou para Nova York para outra operação, o médico disse-lhe que não existia tecnologia necessária para remover o tumor. Foi-lhe dito que esperasse cinco anos: com sorte alguém inventaria a tecnologia.

Era necessária uma pequena câmara ou extensão que permitisse ao cirurgião ver o interior do cérebro em três dimensões para conseguir remover o tumor. "O que acontece se ninguém inventar o raio da câmara? Senti-me tão impotente. Nem mesmo o melhor cirurgião do mundo podia salvar-me. Eu não tinha esperança. Acredite em mim, não é divertido viver assim", disse Yaron.

A vontade de viver, combinada com a sua curiosidade inata, levou Yaron à biblioteca para estudar perceção visual, organização do cérebro, tecnologia de câmara e visão estereoscópica. Depois de dois anos de pesquisa, achou que tinha resolvido o problema. "Inventei uma solução: um chip único de silício em miniatura, capaz de fornecer os algoritmos de processamento de imagem necessários."

Yaron diz que esta não foi, na verdade, uma invenção sua, apenas imitou o funcionamento do olho de um inseto. Tendo deixado o seu trabalho, Yaron registou algumas patentes, juntou cerca de 90000€, contratou um físico e construiu um protótipo para provar aos céticos que sua solução iria resultar.

Avi acreditava que solução tinha chegado demasiado cedo, segundo o autor em 2008 o mundo não estava pronto para 3D. e Apenas com o lançamento do filme "Avatar", um ano depois, é que acolher e aceitar o 3D. "A tecnologia funciona e agora salva milhares de vidas em todo o mundo", disse o Yaron.

Mais informações: http://www.visionsense.com/

Adaptado de: http://bit.ly/2fXPYj8

E você, tem alguma solução? Por favor, partilhe com a comunidade Patient Innovation!

https://www.youtube.com/watch?v=YQqJ2ZuSMKg

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Avi Yaron, nascido em 1967, em Israel, foi diagnosticado com um tumor cerebral "inoperável". Avi construiu um sistema multidisciplinar com uma câmara miniatura para ver em 3D para ajudar na cirurgia.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar