• 2664
  • 0
  • 0
  • 0

Óculos quem servem de rato para deficientes físicos

Partilhado por Ana Duarte a 18/12/2015 - 15:36

Sobre a solução

O sistema, chamado OIM, capta os movimentos da cabeça enquanto o utilizador move a seta para aceder às páginas da web. O piscar de olhos desempenha a função de clique.

"Basicamente, há um transmissor infravermelho que serve para detetar o piscar de olhos. E dentro de uma pequena caixa, há um sensor que capta os movimentos da cabeça. Através de um fio, essa informação é transmitida ao controlador que interpreta o sinal", diz o estudante Cleber Luiz Quadros.

Márcio Bender, professor e mentor, explica que os óculos se destinam a ajudar amputados ou pessoas com deficiência física a usar seu computador.

A ideia surgiu em 2012. Agora, com o incentivo da instituição e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a produção de protótipos é possível. O protótipo deve custar 140€ "O nosso objetivo é construir um projeto com o menor custo de produção possível. Geralmente as tecnologias de assistência são muito caras", explica o professor Márcio Bender. "Não estamos a dar esmolas às pessoas, só precisamos de pôr ao seu dispor as competências para que realizem as suas atividades plenamente, como ir à escola ou ao trabalho. Acreditamos que com a OIM seremos capazes de incluir essas pessoas ", diz o professor Vinicius da Costa.

Os óculos estão a ser testados em Emily Falcão Borges, que nasceu com artrogripose, uma doença que provoca fibrose e fraqueza nos seus músculos e que é responsável por contraturas articulares. Normalmente, Emily tem de estar deitada na cama para usar o computador e usa o queixo para mover o rato e aceder aos sites. Após a experiência, Emily está agora muito mais à vontade.

"Foi muito melhor. Gostei da experiência". A mãe da jovem, Maria da Graça Hawk já vê resultados. "Vai ser uma grande mudança, porque quando ela escrevia, praticamente não prestava atenção ao que estava a escrever porque tinha de decidir se olhava para as letras ou para o ecrã. Com os óculos vai poder olhar para as duas coisas ao mesmo tempo" .

Adaptado de: http://glo.bo/2fhsdPr

Por favor, partilhe as suas soluções com a comunidade Patient Innovation! Comente as publicações dos nossos membros!

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Um grupo de estudantes universitários do Rio Grande do Sul, Brasil, desenvolveu um par de óculos que funcionam como um rato para ajudar as pessoas com deficiência a utilizar o seu computador. Estão a ajudar uma menina de 13 anos, Emily Falcão Borges, que sofre de artrogripose.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar