• 2273
  • 2
  • 5
  • 0

Estudante inventa dispositivo para ajudar os seus familiares com problemas visuais

Partilhado por Ana Duarte a 14/03/2019 - 18:48

Sobre a solução

Esta inovação usa tecnologia de sonar que ajuda a calcular a distância, que é traduzida em dados e, em seguida, um sinal é enviado para o dispositivo, permitindo que o utilizador saiba que está perto de um objeto.

“O meu dispositivo é uma ferramenta de navegação para cegos e pessoas com problemas visuais que essencialmente lhes dá mais confiança dentro das suas casas usando a tecnologia de sonar. Funciona ao enviar um sinal que é enviado de volta para uma máquina e, através dessa máquina, é capaz de processar os dados que chegam. É baseado na distância de cerca de 40 cm, inicializa e envia um sinal para a campainha e depois para a pessoa que a usar o dispositivo (no cinto) que há um objeto por perto ”, explicou o aluno.
 
Luis foi levado a criar este gadget porque ele queria ajudar a sua avó, que tem problemas visuais, e seu tio, que é cego, a andar dentro de casa com mais facilidade.

"Eu queria fazer um dispositivo que fosse eficiente em energia, e que ajudasse as pessoas a andar sem recorrer a um bastão", acrescentou o inventor.

O dispositivo já foi testado e a avó de Luis usa-o, embora ainda seja um protótipo.

“Definitivamente tem potencial para ser grande em termos de projeto. Eu recebi muitas perguntas sobre patentes e coisas dessa natureza, mas no momento o dispositivo em si é um protótipo que não está muito em desenvolvimento ”.

O aluno planeia manter a sua pesquisa para desenvolver ainda mais o produto.

Adaptado de: https://bit.ly/2FeMxAp
https://bit.ly/2UAiIzq

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Luis Flores, dos EUA, era estudante do ensino secundário quando construiu, em 2017, um aparelho chamado Arduino Navigation for the Visually Impaired and Elderly para ajudar os seus familiares, portadores de problemas visuais, a andar com mais facilidade pela casa.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar