• 2215
  • 0
  • 0
  • 0

Doente inventa The Anchor - um Sistema Ipsilateral Escapulário Cutâneo

Partilhado por Patricia Pereira a 29/06/2015 - 19:48

Sobre a solução

Como alguém que vive com uma deficiência de membro superior, juntamente com a sua educação como terapeuta ocupacional, Debra sabe exatamente como ajudar os doentes a desenvolver habilidades necessárias para viver de forma tão independente quanto possível, e para ajudar a melhorar a qualidade das suas vidas.

Durante muitos anos, Debra usou a tradiconal prótese alimentada pelo corpo, que é ativada por um sistema de feixe de oito ou nove figuras, utilizando o ombro oposto como fonte de alimentação. Muitos utilizadores deste sistema queixam-se de desconforto do chicote dos fios, tipicamente da fricção na pele pelos fios, assimetria dos ombros, dor na região do ombro oposto, dificuldade durante a execução de tarefas com ambos os membros, e diminuiu a melhor aparência física. Quando Debra começou a ter os seus próprios problemas com o sistema de arnês tradicional, ela confiou nos seus 30 anos de experiência para ajudar a resolver esses problemas.

Ela inventou e usa uma maneira nova e melhorada de aproveitar uma prótese movida a corpo chamada sistema Ipsilateral Escapulário Cutâneo Anchor (Âncora). O seu projeto elimina o aproveitamento de costume, muitas vezes uma fonte de queixa e uma das razões por que as crianças rejeitam próteses. O sistema Anchor requer uma meia apertada ou uma luva de silicone que se encaixe no antebraço da prótese, eliminando a necessidade de um cinto sobre o ombro oposto. Um cabo liga um botão de metal no centro de um adesivo plástico que adere à pele na omoplata com uma fita especial. O adesivo permanecerá sobre a pele durante um a cinco dias, mas pode ser removido facilmente com sabão e água. A tecnologia também pode aderir à pele cicatrizada.

O membro artificial é operado por arredondamento o ombro do lado envolvido. Usando ambos os braços significa que um braço não vai ficar maior do que o outro. O sistema é mais confortável e melhora a simetria do ombro.

Adaptado de: http://bit.ly/2tctpgY

Esta solução não deverá mencionar o uso de drogas, químicas ou biológicas (incluíndo alimentos); dispositivos invasivos; conteúdo ofensivo, comercial ou inerentemente perigoso. Esta solução não foi validada medicamente. Prosseguir com atenção! Em caso de dúvidas, por favor consulte um profissional de saúde.

Sobre o autor

Debra A. Latour, dos EUA, é uma terapeuta ocupacional que nasceu com uma deficiência no braço. Debra criou a sua própria prótese para o braço em 2005.

Gostar da solução
Fechar pt
Fechar